Ouça a Nova Era 94,1 FM
Pelos Aplicativos

Clique para Ouvir Peça sua música

'Não esperava vê-lo como candidato', diz Alckmin sobre Doria


'Não esperava vê-lo como candidato', diz Alckmin sobre Doria
Governador de São Paulo defende as prévias dentro do partido (Foto: Felipe Rau/Estadão Conteúdo)
O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB-SP), disse que não esperava ver o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB-SP), como possível candidato à Presidência da República, caso ele decida concorrer. Alckmin foi entrevistado no Jornal Gente, da Rádio Bandeirantes, na manhã desta terça-feira.
"Não esperava, mas não tenho problema caso ocorra. Se tivermos [o PSDB] mais de um concorrente, não importa quem seja, o partido deve abrir a disputa", falou o tucano, que também defende as prévias no PSDB. "As primárias não dividem, elas escolhem", completou.
Nessa segunda-feira, Doria revelou ter sido convidado por quatro partidos para disputar a Presidência da República no ano que vem. Em entrevista também à RB, ele foi questionado se pretende deixar o PSDB e respondeu que “não há essa intençccedil;ão”.
O governador de São Paulo também contou que, nos próximos meses, o partido irá fazer prévias municipais, estaduais e, depois, a nacional.
Sobre os outros possíveis candidatos dentro do partido, os senadores Aécio Neves (PSDB-MG) e José Serra (PSDB-SP), Alckmin respondeu: "Aécio já disse que não vai disputar e até se afastou. O Serra disse, não para mim, mas para companheiros dele, que vai avaliar se concorre como presidente ou governador". 
Sobre as eleições de 2018, o governador acredita que o perfil do próximo líder deve ser mais de "construtor". "É o momento em que o mundo está crescendo mais de 2% ao ano. O Brasil também tem que retomar com emprego e renda, além de fazer mais reformas. O país não pode ficar para trás", falou.
Você viu? Boechat: para concorrer, Doria terá que trair Alckmin
 
Fonte: BAND

TOP 10

Últimas Nóticias