Ouça a Nova Era 94,1 FM
Pelos Aplicativos

Clique para Ouvir Peça sua música

Record prevê demitir 400 para pagar custos do programa da Xuxa


Calcula-se que a emissora gastará cerca de R$ 3 milhões com a apresentadora

c

No segundo semestre, a Record estipulou uma meta nada agradável para sua produção: cortar 8,75% da folha de pagamento, como informa o jornalista Daniel Castro.

 

As razões para os cortes são a queda nas receitas publicitários e o aumento de custos com a contratação de Xuxa Meneghel. Em São Paulo, serão realizadas neste mês cerca de 60 demissões. Já no Rio de Janeiro, a emissora prevê demitir 400 profissionais, sendo que, até o final do ano, deverão restar apenas 300 pessoas em um lugar onde já trabalharam 2500.

 Em agosto, com a estreia do “Xuxa Meneghel”, calcula-se que a emissora gastará cerca de R$ 3 milhões com a apresentadora, entre gastos de equipe e custos de produção, além do salário dela estimado em R$ 1 milhão mensais.

 As demissões no RecNov atingirão todas as áreas e patamares hierárquicos. O complexo atualmente só produz “Os Dez Mandamentos” e tende a diminuir os trabalhos cada vez mais. “Escrava Mãe”, por exemplo, está sendo gravada em Paulínia, no interior de São Paulo. Já “Josué”, a próxima produção bíblica, será feita no RecNov mas com profissionais terceirizados, pois sai mais barato dessa forma.

 No entanto, para o RecNov não virar um complexo fantasma com a Xuxa isolada por lá, a emissora deslocará a estrutura de jornalismo da Record Rio, que hoje fica em Benfica, na Zona Oeste, para o local. Os cerca de 700 funcionários ocuparão dois estúdios.

 A mudança, que ocorrerá em fevereiro, já preocupa muita gente, pois alguns terão que pegar três horas de trânsito para se deslocar até Vargem Grande, onde fica o RecNov. Paralelamente, a emissora tenta alugar os demais estúdios que não estão sendo utilizados.

 

Fonte: TV FOCO

TOP 10

Últimas Nóticias